By

Dez novos cooperadores dos Arautos do Evangelho

16 de dezembro de 2017

Na sede dos Arautos do Evangelho em Recife, dez fiéis foram recebidos como membros cooperadores dos Arautos do Evangelho.
Segundo os Estatutos dos Arautos do Evangelho, os Cooperadores são aqueles que, “embora se sintam identificados com o espírito da Associação, não podem comprometer-se plenamente com os objetivos dela, devido a seus deveres matrimoniais ou profissionais” (Estatutos, 9).

Os Cooperadores dos Arautos do Evangelho, além de observarem os preceitos e deveres próprios a seu estado, esforçam-se por viver em conformidade com o carisma e a espiritualidade da Associação, dedicando a ela seu tempo livre e se comprometendo a cumprir certas obrigações.

Desejam aplicar à sua vida no mundo – em seus círculos familiares, em suas atividades sociais e em seus trabalhos profissionais – o espírito e os ensinamentos dos Arautos do Evangelho, sendo para seus próximos testemunhas de Cristo pela palavra e pelo exemplo.

A Santa Missa durante a qual os novos cooperadores foram admitidos, foi celebrada pelo Pe. Caio Newton de Assis Fonseca, EP. Após manifestarem publicamente o seu desejo de ingressar nos Arautos do Evangelho, na categoria de cooperadores, os novos membros receberam a túnica característica dos cooperadores e assinaram o seu termo de compromisso.

Acompanhe as fotos.

By

Retiro: “A escada espiritual para a santificação”

12 a 15 de outubro de 2017

“A escada espiritual para a santificação” foi o tema de mais um retiro espiritual realizado para cooperadores e simpatizantes dos Arautos do Evangelho.

Pregado pelo Prof. Sérgio Quenzi Ueda, doutor em Filosofia, o retiro tratou das três fases da vida espiritual: via purgativa, via iluminativa e via unitiva. Segundo diversos autores, entre os quais se destaca o Pe. Adolphe Tanquerey, PSS, na primeira fase, a pessoa se livra das faltas graves, na via iluminativa, ela vai se corrigir das imperfeições, e logo ruma para a união com Deus, na via unitiva.

Todos os dias, os presentes participavam da Santa Missa. Sacerdotes estiveram à disposição para o atendimento de confissões.

By

Retiro: a virtude da fé

7 a 10 de setembro de 2017

“A fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem” (Hb 11,1)

A virtude da fé foi o tema do retiro realizado entre os dias 7 e 10 de setembro para os cooperadores e simpatizantes dos Arautos do Evangelho.

“Aumenta-nos a fé” (Lc 17, 5), pediram os discípulos certa vez ao Divino Mestre. Também esse é um pedido constante de todos os fiéis, pois às almas fortes na fé “nada é impossível” (cf Mt 17,20).

Os bons exemplos constituem um elemento fundamental para o crescimento na fé. Por isso, a Igreja sempre incentivou a devoção aos santos, modelos de virtude para os fiéis.

Durante os dias do retiro, os participantes puderam conhecer a virtude da fé, através dos exemplos da vida pelos grandes homens providenciais.

Houve também momentos de oração em conjunto, a participação diária na Santa Missa e o atendimento de confissões.

By

Em Maceió (AL), atividades evangelizadoras

Cooperadores dos Arautos do Evangelho na Procissão de Nossa Senhora dos Prazeres - Maceió - AL

Na capital alagoana um grupo de cooperadores dos Arautos do Evangelho têm realizado diversas atividades evangelizadoras, somando seus esforços à grande tarefa missionária para a qual são convocados todos os batizados, conforme nos ensina o Concílio Vaticano II:

“A missão da Igreja tem como fim a salvação dos homens, a alcançar pela fé em Cristo e pela sua graça. Por este motivo, o apostolado da Igreja e de todos os seus membros ordena-se, antes de mais, a manifestar ao mundo, por palavras e obras, a mensagem de Cristo, e a comunicar a sua graça.” (Decreto Apostolicam Actuositatem)

No dia 15 de Agosto, aniversário natalício do fundador dos Arautos do Evangelho, Mons. João Scognamiglio Clá Dias, EP, os cooperadores se reuniram na Paróquia do Menino Jesus de Praga para uma Missa em ação de graças.

A festa da padroeira da Maceió, Nossa Senhora dos Prazeres, foi ocasião para somarem seus esforços aos de toda igreja local para homenagear a Mãe de Deus. Os cooperadores dos Arautos estiveram presentes em inúmeros momentos da festa, ajudando na acolhida dos fiéis, com a doação e venda de lanches com o intuito de arrecadar fundos para a Arquidiocese e, revestidos de sua túnica característica, dar público testemunho de sua fé na procissão pelas ruas da capital.

Os cooperadores dos Arautos também promovem visitas aos enfermos, procurando levar o consolo de Cristo aos nossos irmãos sofredores.