By

Curso de Férias – 2013

20 de Julho de 2013

             Sem o alimento não é possível a vida. Caso ele venha a faltar-nos, logo nos acometem debilidades e doenças, quando não a morte. Também é assim a nossa alma, cujo “alimento” é a oração. Assim se inicia o Curso de Férias dos Arautos do Evangelho, cujo tema foi a oração, grande meio de salvação.

             Foram cinco dias de profundo recolhimento, dinamismo e alegria, indicando aos jovens o caminho da santidade. Cinco dias apontando para o meio mais rápido de eficaz para se alcançar o Céu: a oração.

            Nesse Curso de Férias os jovens aprenderam a profundidade e a necessidade de se recitar o Pai Nosso. Desde os primórdios da Igreja até hoje, nas palavras prévias à sua recitação durante a Santa Missa, transparece esse caráter de proclamação de uma verdade que fora impugnada pelo mundo: “obedientes à palavra do Salvador e formados por seu divino ensinamento, ousamos dizer…”.

           Aprenderam também  que uma oração que muito agrada aos céus é a Ave Maria. Partindo da nossa fé nas Sagradas Escrituras, nós, verdadeiramente, podemos considerar como a mais antiga oração a Nossa Senhora, aquela que foi recitada, por primeira vez, pela voz de um anjo: “Ave cheia de graça, o Senhor é convosco”(Lc 1,28); e logo depois dessa, temos o cântico de Santa Isabel: “Bendita sois Vós entre as mulheres e bendito é o fruto do Vosso ventre” (Lc 1,42).

           Assim, vemos que Nosso Senhor Jesus Cristo teve como um dos seus principais objetivos ensinar-nos a rezar. Portanto, jamais nos esqueçamos de seguir esses passos. Eis alguns: “Até agora, não pedistes nada em meu nome. Pedi e recebereis, para a vossa alegria ser completa” (Jo 16,24). “Alegrai-vos sempre, orai sem cessar, em todas as circunstâncias, dando graças” (1Ts 5, 17-18); “Não vos inquieteis com nada! Em todas as circunstâncias apresentai a Deus as vossa preocupações, mediante a oração” (Fl 4, 6-7).

By

Salve Virgem Aparecida!

17 de Julho de 2013

            Ainda não era tarde e estávamos um tanto sonolentos, quando da rodovia, avistamos uma grande cúpula cor de anil. Os nossos corações pulsaram de modo diferente. Nos apinhamos rapidamente na janela do automóvel e, por fim, vislumbramos um esplêndido santuário: chegamos a Aparecida do Norte.

            Logo nos dirigimos para o local onde está a imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, padroeira do Brasil. Recitamos algumas orações em conjunto e mais um tempo de petições particulares.

            O mais impressionante foi a passagem pela Sala dos Milagres, por onde os jovens puderam constatar o quanto Nossa Senhora é verdadeiramente uma mãe dadivosa. São centenas de milhares de milagres. Cada objeto relata os sofrimentos de pessoas anônimas para nós, mas que são lembradas por Deus a cada momento.

By

Cidade maravilhosa, cheia de encantos mil…

15 de Julho de 2013

             Esta Terra de Santa Cruz foi prodigamente abençoada por Deus. Suas inúmeras belezas naturais, que deslumbram os olhos e fascinam os corações, são motivo de grande alegria para todos nós que também fazemos parte da Obra da Criação.

            Com isso, é notório ver que Deus deitou mais empenho ao moldar a nação brasileira, pois “contra fatos não há argumentos”. E dentre toda a nação, um lugar, sem dúvida, foi o mais privilegiado: o Rio de Janeiro.

            A cidade é simplesmente maravilhosa e seus encantos, mil. A placidez do mar, o perfume das matas, o canto dos pássaros, a brisa do Atlântico, a grandeza desafiante das pedras formam um quadro que arrebatam a todos que por ali vagueiam. Os jovens dos Arautos do Evangelho tiveram o privilégio de assistir, ao vivo, esta beleza que atrai para si os olhares das pessoas que amam a Deus.

            Sobre o Corcovado o Cristo Redentor, com seus braços abertos, parece continuamente velar pela cidade e por toda a nação brasileira.

            Na confeitaria Colombo podemos degustar as guloseimas mais requintadas da região num ambiente que, por  sua arquitetura,  permitem dar-nos uma ideia de como teria sido a Belle Époque na capital da República.

            Já no museu naval, os jovens puderam conhecer um pouco mais sobre os desafios que enfrentaram a valorosa Marinha brasileira. Os submarinos e os navios de guerra são objetos que demonstram o poder naval deste país.

             Rogamos uma prece na antiga Sé (Igreja Nossa Senhora do Carmo) e um breve passeio pelo palácio Tiradentes.

By

Viagem de Férias: Angra dos Reis – RJ

23 de janeiro de 2013

Passeio de barco em Angra dos Reis - RJ

Essa viagem foi também ocasião para conhecerem o litoral fluminense, um dos mais belos do Brasil. Em Angra dos Reis, foi realizado um passeio de barco, onde puderam conhecer algumas das 365 ilhas que adornam o litoral desta cidade.

O barco fez uma parada na Lagoa Azul. Esse nome é dado a uma região onde o mar, no meio das ilhas, se assemelha a uma bela e tranquila lagoa azul.

O nome de Angra dos Reis, dado à cidade, se deve ao fato do local ter sido descoberto no dia 6 de janeiro de 1502, dia em que a liturgia de Igreja recorda a visita dos Reis Magos ao Menino Jesus.