By

Arquidiocese de Salvador publica Nota de Esclarecimento dos Arautos do Evangelho

A Arquidiocese de Salvador, através da sua página Web, publicou uma Nota de Esclarecimento a respeito de algumas notícias veiculadas na imprensa e em redes sociais sobre os Arautos do Evangelho.

Arautos do Evangelho: Nota de Esclarecimento

Aos meus conterrâneos e irmãos em Cristo,

Saudações afetuosas em Jesus e Maria!

Temos recebido de várias partes manifestações de solidariedade a respeito de vídeos e de notícias envolvendo o nome dos Arautos, de seu Fundador e de uma visita apostólica. As coisas complicadas tornam-se simples quando explicadas à luz da verdade.

Trata-se de vídeos antigos, os quais foram subtraídos de modo indevido, com divulgação alterada. A Associação Arautos do Evangelho tomou as providências necessárias, à luz da Teologia Católica e segundo os princípios do Direito Canônico, e deu o assunto como encerrado.

Quanto à renúncia do Fundador, já estava prevista há certo tempo e se efetivou com serenidade, também de acordo com os fundamentos do Direito Canônico. Com efeito, tendo em vista o grande crescimento e proporção atingidos pela obra nascida de suas mãos, Mons. João Scognamiglio Clá Dias julgou por bem se elevar à posição de mediador junto a Deus pelos seus, a fim de que um de seus filhos espirituais continue a obra por ele começada. Contudo, não caberá a um outro a missão de pai, pois o papel dele junto a seus filhos é insubstituível, uma vez que ele foi por Deus constituído como verdadeiro modelo e guia, ademais de guardião deste carisma.

No que diz respeito à visita apostólica, ela pode ocorrer em qualquer momento junto a um instituto religioso. É fato natural, visa ajudar nas orientações e objetivos em todos os níveis.

Por fim, concluímos com Santo Irineu, afirmando que “a diversidade de carismas, os ministérios, a glorificação do Pai, tudo isto, como uma sinfonia bem composta e harmoniosa, Ele [Jesus] manifestou aos homens, no tempo próprio, para seu proveito. Porque onde há composição, há harmonia; onde há harmonia, tudo acontece no tempo próprio; e quando tudo acontece no tempo próprio, há proveito.” (Do Tratado contra as heresias, de Santo Irineu, bispo, Lib. 4, 20, 6)

Na Solenidade dos Apóstolos Pedro e Paulo, renovamos nossa total fidelidade à Cátedra de Pedro, e confirmamos nossa adesão ao Magistério, com o coração e com o labor em prol da salvação das almas.

São Paulo, 29 de junho de 2017.

Pe. Alex Barbosa de Brito, EP

Conselheiro

http://arquidiocesesalvador.org.br/site/?p=47999

Por favor, deixe um comentário