By

Tríduo Pascal

17 a 19 de abril de 2014

Abundantes graças foram derramadas do céu nesta Páscoa; sobretudo nas cerimônias do Tríduo Pascal que vivenciamos.

Para os nossos leitores ficarem em dia  do que aconteceu, venho aqui lhes mostrar como transcorreram as cerimônias na casa dos Arautos do Evangelho em Recife.

Em meio às tristezas da Paixão, a alegria da instituição da Eucaristia e do Sacerdócio fez brilhar a noite de Quinta-Feira Santa e no final desta tivemos  a transladação solene do Santíssimo Sacramento ao “Monumento”. Concluída a Missa, toda a Igreja, revestindo-se novamente de luto e dor, procede a cerimônia da desnudação dos altares.

Entrada da Santa Cruz

Sexta-Feira Santa: um dia para chorar particularmente nossas culpas. Depois de ouvirmos o cântico da Paixão de Nosso Senhor, segundo São João,  tivemos a oração universal, quando se reza pelas necessidades da Igreja e do Povo de Deus. Um dos momentos mais marcantes foi a entrada e a adoração da Santa Cruz. Por fim, há a comunhão com as partículas consagradas no dia anterior que ficaram guardadas no monumento.

A atmosfera festiva enriqueceu ainda mais este Sábado Santo em que pudemos assistir a três batismos e dez primeiras comunhões. Depois da benção do fogo novo e a procissão do Círio Pascal todos puderam participar ativamente de toda liturgia e cerimônias daquela noite que é considerada a mãe de todas as Vigílias.

 

 

One Response to Tríduo Pascal

  1. Francisca Gomes says:

    Lindas cerimonias, os Arautos estão de parabéns. Momentos especias vivendo a paixão de Nosso Senhor!

Por favor, deixe um comentário