By

Viagem de Férias: Tabor e Convento da Luz

27 e 28 de julho de 2017

Nos últimos dias antes do retorno a Recife, os jovens pernambucanos conheceram ainda a casa de formação “Tabor” e o “Mosteiro da Luz”.

Localizado em Caieiras (SP), o complexo da Casa de Formação “Tabor” – da Sociedade Clerical Virgo Flos Carmeli – abriga a Basílica de Nossa Senhora do Rosário e uma das unidades do Colégio Arautos do Evangelho.

O “Mosteiro da Luz”, construído por Santo Antônio de Sant’Anna Galvão, o célebre Frei Galvão, foi outro local visitados pelos viajantes. Depois de rezarem junto ao túmulo de Frei Galvão, visitaram o Presépio Napolitano e o Museu de Arte Sacra, localizados no Mosteiro.

By

Visita ao Convento da Luz

15 de Julho de 2014

    Nesta terça-feira visitamos um local muito abençoado e recolhido: o Convento da Luz (em São Paulo), fundado por Santo Antônio de Santana Galvão.

   Conheçamos um pouco a história deste grande santo: Nasceu em1739, na vila de Guaratinguetá. Desde cedo, revelou tendência para a vida religiosa; aos treze anos de idade partiu para estudar na Bahia, no Seminário de Belém, que a Companhia de Jesus mantinha na vila de Cachoeira, à beira do Rio Paraguaçu. Lá permaneceu cerca de cinco anos.

   Ingressou na Ordem Franciscana aos 21 anos de idade, fez noviciado no Convento de São Boa Ventura de Macacu, na Capitania do Rio de Janeiro e logo foi ordenado sacerdote aos 23 anos.

    Uma de suas grandes obras foi o auxilio e o apoio pessoal a fundação do Convento da Luz, datado em 2 de fevereiro de 1774, tendo como Regente da casa a Madre Helena.

   Depois de muitas provações e dificuldades – chegando ao ponto de terem que fechar o convento por ordens do governador de São Paulo – finalmente, em 1782, nunca mais o Mosteiro da Luz e ilustre fundador sofreram qualquer espécie de dificuldades por parte do poder público. O Santo pôde, então, consagrar-se por inteiro a duas tarefas ingentes: edificar materialmente o Convento da Luz e formar, na virtude e na piedade, as religiosas confiadas a seu zelo apostólico.

   Contamos apenas um fatinho da vida do Santo Brasileiro, no qual podemos contemplar o grande dom de bilocação (estar simultaneamente em dois locais diferentes) que ele recebeu da Divina Providência:

   Encontrava-se ele no Rio de Janeiro quando, no interior de São Paulo, uma mulher estava gravemente ameaçada, em decorrência de um parto muito arriscado. Muito devota de Frei Galvão, suplicava ela ao marido que o fosse chamar em São Paulo – onde supunha que ele estivesse pois somente ele poderia retirá-la daquela aflição. O marido, atendendo ao pedido da esposa, rumou para a Capital a cavalo. Chegando a cidade, soube que Frei Galvão se encontrava no Rio de Janeiro, e julgando ter perdido a viagem, retornou desanimado para sua fazenda. Ao chegar em casa, deparou-se com  sua mulher contentíssima, inteiramente fora de perigo. Relatou ao marido que Frei Galvão a visitara, chegando numa noite chuvosa com hábito seco, que a confessara e lhe dera de beber um copo de água benta por ele, ficando na mesma hora fora de perigo.

   O marido resolveu então ir imediatamente ao Rio de Janeiro em busca do Santo, para lhe agradecer a intervenção em favor da esposa. Quando chegou ao convento franciscano do Rio de Janeiro, ainda antes de falar com o Santo, contou ao porteiro a cura da esposa e o objetivo de sua visita.

   – Não é possível – disse o superior – pois durante todo esse tempo Frei Galvão não arredou o pé daqui. E foi chamar Frei Galvão, para interroga-lo sobre o que acontecera. – Como foi, não sei – respondeu o Santo – mas o certo é que naquela noite lá estive realmente.

   Estes e muitos outros fatos pudemos conhecer nesta singular visita, onde pudemos também contemplar as maravilhosas obras de arte sacra, localizada numa área reservada a tal finalidade neste mesmo prédio.

By

Viagem de Férias – São Paulo

22 de julho de 2012

Igreja do Centro Mariano dos Arautos do Evangelho (Cotia - SP)

No último dia do Curso de Férias conhecemos a igreja do Centro Mariano dos Arautos, em Cotia – SP.

Também visitamos o Mosteiro da Luz, onde se encontra o túmulo de Santo Antônio Galvão, o primeiro santo brasileiro.

À noite, nos reunimos com os demais participantes do Curso de Férias para um jantar de despedida.

Cadastre-se e receba em seu e-mail notícias sobre as atividades dos Arautos e convite para futuros eventos.