By

Um Domingo sem Missa, uma semana sem Deus

 

   Certa vez, uma paróquia publicou um cartaz com a fachada da igreja, de portas abertas e estes dizeres: “No seu Batismo, lhe trouxeram aqui. No seu casamento, lhe acompanharam até aqui, no dia de seu funeral, lhe carregarão até aqui. De vez enquando, venha por conta própria”. Tal cartaz deu resultado, os paroquianos começaram a frequentar mais às missas dominicais e semanais. Necessitavam apenas… de uma motivação.

   Abrimos nesta semana uma nova seção para nossos leitores para ajudá-los a conhecer e amar mais a Santa Missa. Como nos ensina Santo Agostinho, nós só amamos aquilo que conhecemos.

Visões do Padre Reus sobre a maravilhosa realidade sobrenatural da Santa Missa

   Falecido em odor de santidade, o jesuíta, servo de Deus, João Batista Reus (* Baviera, 10 de Julho de 1868 + São Leopoldo, 21 de Julho de 1947) teve a graça de ver o que acontecia de sobrenatural durante a Santa Missa, a qual, por esta razão, costumava chamar de “A Festa do Céu”. Eis o que lhe foi dado ver:

  “Nossa Senhora convida todo o Paraíso para participar da Santa Missa; e todos os anjos e santos A seguem em maravilhoso cortejo até o altar. Os santos formam um semi-círculo atrás do altar, enquanto os anjos, em grande multidão, formam um círculo ao redor do sacerdote celebrante e o acompanham até o altar. Lá chegando, estes anjos se colocam atrás dos santos.

   “Outra multidão de anjos cerca a igreja e cobre os fiéis, impedindo a aproximação dos demônios durante a Santa Missa, em honra à majestade de Nosso Senhor Jesus Cristo.

   “A Virgem Santíssima está sempre junto do celebrante, do lado do altar onde é servida a água e o vinho e onde são lavadas as mãos do sacerdote. É a própria Mãe de Jesus quem serve o celebrante e lava as suas mãos. Entre Nossa Senhora e o celebrante está sempre São João Evangelista. Do outro lado do sacerdote, para concelebrar, é convidado o santo do dia.

   “Todas as almas do purgatório também são convidadas pela Virgem Maria e permanecem durante toda a Santa Missa aos pés do altar, entre o celebrante e os fiéis. Conta o Padre Reus que ele via as almas do purgatório em verdadeira festa quando eram convidadas para a Santa Missa. É para elas a maior alegria, o maior consolo, a grande esperança de libertação. Padre Reus via uma chuva caindo sobre o purgatório durante toda a Santa Missa.

   “No momento sublime da Consagração, quando estas almas vêem Nosso Senhor Jesus Cristo em Corpo, Sangue, Alma e Divindade, sentem um desejo incontrolado de sair daquelas chamas e se atirarem em Seus braços, mas não conseguem por não estarem ainda purificadas. “Após a Consagração, acontece a libertação do purgatório das almas que já atingiram a purificação. Nossa Senhora estende a mão a cada uma delas e diz: ‘Minha filha, pode subir’.

   “No momento da oração da paz, os anjos saúdam às almas libertadas do purgatório, abraçando-as. É um momento de imensa alegria e beleza. Em seguida, estas almas, resplandecendo de uma beleza indescritível, adornadas como noivas, são introduzidas, como anjos, triunfalmente no Paraíso por uma multidão de anjos, ao som de músicas e cânticos celestiais”.

Fonte: Boletim Informativo da Paróquia Nipo-Brasileira de São Gonçalo, maio/2003.

 

 

 

13 Responses to Um Domingo sem Missa, uma semana sem Deus

  1. Lúcia de Fátima Lucena says:

    Que maravilha! Se todos tivessem a oportunidade de ler este artigo, acredito que não deixariam mais de ir à missa.

  2. Walter Arruda says:

    Que lindo! Que texto tão excelso!

  3. ANA CARLA FÉLIX says:

    lindo texto,muito emocionante,uma verdadeira maravilha.

  4. Josinete Oliveira says:

    Nossa! Que maravilha Nosso Senhor deixou para nós. Ao ler este artigo vi o grande valor da Santa Missa e digo com todo amor, respeito e carinho: Minha vida, minha missa. Minha missa, minha vida.

  5. Reynaldo Andrade says:

    Que maravilha este artigo. Nunca deixarei de passar para todos os amigos, essas mensagens, esse chamado divino, graças à esse projeto de evangelizar dos Arautos, nossa família mudou ( em especial à minha). Obrigado por tudo e a todos que fazem parte dessa família Arautos do evangelho. Evangelizar é preciso.

  6. Vânia Queiroz says:

    Toda semana tenho lido os artigos publicados, que me ajuda no entendimento melhor da Santa Missa. Agradeço ao Nosso Senhor e a Virgem Maria, por ter colocado os Arautos nas nossas vidas.

    • Célia Lara Furlanetto says:

      Desde muito pequena, mamãe me ensinou a importância da Santa Missa, aos domingos; Dia de Louvar e Agradecer ao Senhor!. Mas não tinha conhecimento dessa visões por esses Santos Padres. Fico agradecida pelas explicações!!!. Obrigado.

  7. Francisca Gomes says:

    Verdade, não tem outra forma de começar melhor uma semana do que indo na missa do domingo. Que derrame bençãos na família de cada uma.

  8. Jailson says:

    Fenomenal, essas e outras maravilhas devemos ir ao encontro e partilhar com os nosso irmãos necessitados de um a palavra amiga.

  9. Antonio N. Nakagawa says:

    Magnífico! Esta descrição deveria ser lida e comentada em todas as paróquias. Os fiéis tomariam mais a sério o valor infinito da Santa Missa e assistiriam com mais respeito, enlevo e devoção. Parabéns aos Arautos do Evangelho por divulgarem os tesouros da Santa Igreja Católica Apostólica Romana.

  10. Josélia Neves says:

    É maravilhoso conhecer o amor de Deus por todos nós, em tudo há perfeição, louvado seja nosso Deus por nos dá a conhecer estes artigos, Que Deus abençoe os Arautos!!!!

  11. ELISABETE DA SILVA LIMA says:

    LENDO ESTA MARAVILHOSA PUBLICAÇÃO FOI PARA MIM IMPOSSÍVEL CONTER AS LÁGRIMAS, FIQUEI IMAGINANDO TODA A CENA,E AGORA A TODA MISSA RECORDO,E MEU CORAÇÃO REJUBILA-SE IMENSAMENTE!OBRIGADA ARAUTOS DO EVANGELHO!

  12. Plinio Defanti says:

    Nunca uma semana sem a Santa Missa será igual a uma semana que começa com a Santa Missa! Muda inteiramente nossas disposições. E a Missa nos Arautos com os canticos gregorianos nos traz muita paz de alma.

Por favor, deixe um comentário